5 de abril de 2014

5

Resenha: Sushi.



    Estava eu parada em frente à estante e resolvi usar o critério de escolha: “o mais velho... vem”. Eis que, de Maio de 2012, surge “Sushi” de Marian Keyes. Já li quase todos desta autora e adorei TODOS que li, porém em Sushi não houve aquele amor incondicional que nem aconteceu com os outros. Não foi ruim, apenas um pouco mais parado do que o habitual, mas mesmo com essa pequena ressalva, no fim me fez chorar e o coração “explodir” em diversas passagens. Eu explico.
    Ao longo do livro conhecemos três personagens “principais”: Lisa, chata e arrogante, porém extremamente competente. Tem 29 anos e almejava um grande cargo em NY na revista na qual trabalhava, porém acaba por trabalhar em Dublin tendo que abrir uma revista novinha, do zero, chamada “Garota”. E isso a deixa extremamente infeliz. É durona, mas só por fora, e sua Kriptonita é o ex-marido Oliver (aaaah, o Oliver <3), o único que consegue dobrá-la. Faz de tudo para conseguir o que quer o livro todo, e adivinhem? Consegue! Vai atrás e sempre dá certo.
    Ashling tem 31 anos e obcecada pela sua falta de cintura. Acabou de ser demitida, devido à um errinho bobo, do emprego que estava há muitos anos. Com isso, é contratada como redatora chefe da nova revista “Garota”, a qual Lisa está dando início, e se dá super bem no cargo. Ashling é muito amável, sempre prevenida com um monte de bugigangas na bolsa, muito sensata e justa. Um amor, mesmo. A personagem que mais adorei. E tem os dois melhores amigos mais divertidos do mundo - Ted e Joy, que são um show à parte no livro. 
    Por fim, e sim, menos importante, tem a Clodagh. Melhor amiga de Ashling, que eu não vou nem perder tempo explicando sobre ela porque eu simplesmente odiei esta personagem. Demais. Mãe que não merece os filhos que tem, não merece a amiga que tem, não merece o marido que tem. Deu!
    Em relação à história, parecia mais uma dissertação sobre o dia-a-dia normal de três pessoas em uma busca constante de como (se é que existe uma fórmula) se livrar da insatisfação e da infelicidade. Cheio de mensagens e “empurrões” que caem como uma luva para quem está lendo usar na vida real (o que para mim sempre é uma das características desta autora), mas que para mim não funcionaram muito bem. De repente foi por eu não estar em uma fase que necessitasse disso, quem sabe? E às vezes achava um pouco parada a leitura por conta disso.
    Confesso que senti um pouco a falta daquele humor ácido na escrita de Marian Keyes ao longo de “Sushi”, não ri muito, mas quem disse que este livro era para rir, né? Recomendo se você está em uma fase que precisa ver, através do livro, que a vida não é tão ruim quanto imaginamos, e se é... que com perseverança e calma, uma hora ela melhora. Nunca se deve abaixar a cabeça. Recomendo se quiser rir com as piadas sem graça de Ted, ou com os devaneios malucos de Ashling com a sua cintura e Lisa com a sua beleza. E se quiser odiar uma personagem, assim, de repente... hehehe.

“– Hoje eu vou querer uma coisa um pouquinho diferente para o almoço – disse Lisa a Trix (...)
– É alguma fruta que você quer? (...)
– Gostaria de comer sushi.
A sugestão era tão repugnante que deixou Trix sem fala.

– Sushi? – disparou, por fim, horrorizada. – Quer dizer, peixe cru?”. 

5 comentários :

  1. Gostei bastante de Sushi, apesar de não ter sido um dos meus favoritos, mas só de ser da Marian, valeu a pena haha sou muito fã dela.
    Adorei sua resenha, beeeeijos.

    Comente ;)
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/04/resenha-o-verdadeiro-poder-claudia.html

    ResponderExcluir
  2. Cíntia Abs da Cruz6 de abril de 2014 21:32

    Me identifiquei com uma delas... pela sua falta de cintura. Ela resolveu isto??? :) Bjos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Livrinho interessante :) Acho que vou baixar em pdf.
    Alguns blogs que eu visito tem resenhas como se fossem resumos e apresentação do autor, mas seu blog tem opinião própria sua e origina. Parabéns pelo blog :)
    www.swe-etspace.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Tenho o livro Melancia , e ainda não li.
    Como você disse ter amado os outros, acho que vou antecipar minha leitura. =D
    Bjs
    Amanda
    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Design: Livros e Chimarrão | Tecnologia do Blogger | Layout/ Acessórios e personalizações de Blogs Todos os direitos reservados ©2012